Publicações recentes

Publicações recentes:

06 outubro 2008

Claro investe no cliente e se torna a marca de telecom mais valiosa da América Latina

A Claro é a marca mais valiosa entre as empresas de telecomunicações da América Latina, de acordo com o ranking elaborado pela consultoria internacional Interbrand. Em sua primeira edição, o ranking apresenta as 50 marcas mais valiosas da região, utilizando a mesma metodologia desenvolvida pela Interbrand há mais de 20 anos e que já avaliou mais de 4 mil marcas no mundo todo.

A Claro foi criada no Brasil, em 2003, após a fusão de seis operadoras brasileiras sob uma única marca, inspirada na Claro Digital, sua subsidiária do Rio Grande do Sul. A marca foi escolhida por transmitir os atributos desejados pela nova empresa: transparência, inovação e proximidade. Hoje, a Claro, controlada pela mexicana América Móvil, é a maior empresa de telecomunicações móveis da América Latina em valor de marca, segundo a pesquisa da Interbrand. A marca Claro foi adotada pelo grupo em outros 11 países, estando presente no Chile, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Jamaica, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Honduras, Uruguai e Paraguai.

De acordo com a pesquisa, a marca Claro vale R$ 6,360 bilhões. Este valor é baseado em cálculos da Interbrand que levam em consideração a Pontuação da Força da Marca (BS), que indica a capacidade da marca em captar a preferência do consumidor ao longo do tempo (lealdade, recompra e retenção), e os resultados financeiros da empresa. Das 50 marcas listadas no ranking, sete são do setor de telecomunicações, sendo que três delas estão entre as dez mais valiosas, todas do mesmo grupo acionista: Claro (5ª posição), Telmex (6ª) e Telcel (8ª). As outras marcas de telecomunicações presentes no ranking das 50 mais valiosas da América Latina são: Vivo (17ª), Tigo (30ª), Comcel (33ª) e Oi (45ª).

No Brasil, a Claro acaba de assumir a segunda colocação de mercado em número de clientes, de acordo com os dados de agosto apurados pela Anatel. A operadora conquistou 1.011.996 novos clientes naquele mês, alcançando 25,092% de market share. O crescimento da Claro pode ser explicado pela estratégia ousada e coerente adotada pela empresa. Há dois anos, a operadora definiu como foco estratégico a satisfação de seus clientes. Assim, foi a primeira operadora a lançar a rede de terceira geração nacionalmente, investiu na qualidade do atendimento e na ampliação dos canais de relacionamento com seus clientes, e manteve a oferta de tarifas e promoções atrativas.

Fonte: Jornal da Mídia - 03/10/08

Nenhum comentário: