Publicações recentes

Publicações recentes:

25 fevereiro 2008

Coca-Cola lança nova garrafa

A corporação Coca-Cola está imersa em um processo de renovação total do projeto gráfico com o qual apresenta sua bebida principal, projeto este que já é conhecido dos consumidores de alguns países e que em breve chegará também à América Latina.

O vice-presidente de design da empresa, David Butler, explicou durante uma entrevista à Agência Efe que o objetivo final é "redesenhar todo o componente visual da marca comercial".

A renovação abrange outras formas de comunicação usadas pela marca para promover seus produtos no varejo e a presença corporativa em eventos como os próximos Jogos Olímpicos de Pequim.
Nova garrafa: a parte inferior tem uma textura que facilita o manuseio e evita que escorregue da mão.

"É uma mudança que afeta toda a família Coca-Cola, em nível mundial e neste momento estamos no meio de uma implantação global", declarou à Efe Javier Sánchez, que junto com Butler, se encarregou há três anos de iniciar a nova estratégia de design.

Na nova cara das embalagens de Coca-Cola, em suas diferentes variedades, a presença da marca foi simplificada, eliminando alguns elementos que antes apareciam em torno dela e a cor vermelha característica foi mais ressaltada, entre outras inovações.
O novo padrão gráfico da Coca-Cola é na verdade uma volta ao clássico.

A introdução do novo sistema de identidade visual, que tem relação com a campanha global "The Coke Side of Life" (O lado Coca-Cola da vida) em andamento, começou há um ano e meio no Japão, depois chegou aos Estados Unidos e o objetivo é que esteja presente no mundo todo no segundo trimestre deste ano, segundo Butler.

"Estamos levando-o neste momento à América Latina", acrescentou Sánchez, que agora é diretor de Marketing para a região. "O México já tem este novo sistema e nos movimentamos de forma gradual em direção aos outros países".

A América Latina e outros mercados emergentes na Europa e Ásia são os que lideram atualmente o crescimento da empresa em nível global, segundo os resultados trimestrais e anuais divulgados pelo grupo na semana passada.

O volume de caixas vendidas nos mercados internacionais cresceu 7% no último trimestre e 8% no exercício anual e em países como Brasil, China, Índia e Turquia, entre outros emergentes, foi de dois dígitos.

Na América Latina, o volume de vendas subiu 10% no trimestre e 9% em todo o ano e no México o aumento foi de 9% nos últimos três meses e de 6% no conjunto de 2007.

Os resultados favoráveis econômicos e a "solidez" que, segundo Sánchez, a marca Coca-Cola tem em nível mundial permitiram aplicar esta ampla estratégia de renovação do seu design.

"A marca é muito saudável neste momento e este novo design é uma prova de coragem e de confiança", assegurou.

Javier Romero, fundador e diretor criativo da JRDG Brand Communications e da Wine Branding Group, com mais de três décadas de experiência nos Estados Unidos, comentou à Efe que renovar a imagem de marca de uma grande corporação é uma tarefa delicada não isenta de riscos.

"Têm que se ter muitíssimo cuidado com as mudanças que são feitas nas marcas, que podem se traduzir em perda de milhões", disse Romero, acrescentando que, nesse terreno, a Coca-Cola sempre foi uma empresa "muito disciplinada".

Em relação à nova identidade visual iniciada pela empresa Romero comentou que promoveram algo que, em sua opinião "tem muito mérito".

O designer acrescentou que em um mercado tão saturado de marcas como é o das bebidas refrescantes e similares, as empresas tentam cada vez mais encontrar estilos que as identifiquem e distingam claramente perante um consumidor cada dia mais exigente e informado sobre os produtos que procura.

Romero assinalou que a necessidade que muitas companhias sentem de se manter em dia as coloca sob muita pressão para tentar se renovar com muita freqüência, "com o que podem perder perspectiva do que são e se transformar em uma marca a mais".

Fonte: Último Segundo - 24/02/08

Nenhum comentário: