Publicações recentes

Publicações recentes:

24 maio 2007

Livrarias Curitiba cria estratégia para trabalhar o marketing de relacionamento

Livrarias Curitiba inova, gera novas parcerias e estimula o hábito da leitura em diversos ambientes da cidade

A Livrarias Curitiba criou uma nova ferramenta para trabalhar seu marketing de relacionamento com o público que freqüenta os mais variados pontos da cidade. Trata-se de um box personalizado, feito em madeira - com espaço para alocar até oito livros em formato pocket — que está sendo colocado em cafés, bares, hotéis, academias, restaurantes intimistas, bistrôs, clínicas e espaços culturais.

Enquanto a pessoa aguarda o atendimento ou aprecia o local, ela pode se entreter com a leitura gratuita das obras que são escolhidas para cada perfil de ambiente. Por isso, o projeto ganhou o nome Leia Sem Moderação. “Os objetivos foram de criar algo para que o nome da empresa pudesse estar mais presente nos locais cool da cidade, para incentivar a leitura e valorizar a marca da corporação - uma vez que o público destes locais sabe o que quer”, explica Cinthia Alcântara, gerente de marketing da Livrarias Curitiba e idealizadora dessa ação. Depois da leitura, a pessoa devolve o livro para que outros interessados também possam conhecê-los.

Variedades
Desde que a idéia foi planejada há cerca de um ano, mais de 90 estabelecimentos da capital paranaense já receberam o móvel. Entre eles, destaque para o Jokers Pub Café, Café Mafalda e Wonka Bar, reduto de intelectuais e artistas da cidade. O box também está em exposição no Eletric Café, Hotel Bourbon, Lucca Café, Excelentíssimo Café, Café do Top Mueller, Linnus Institute e Clinivet Clínica Veterinária. Em breve as demais cidades onde a corporação mantém suas filiais [Londrina, Joinville, Florianópolis e Porto Alegre] também vão dar início ao projeto.

“Na clínica veterinária, as obras escolhidas remetem ao universo de animais e pet shops, enquanto nos bares e cafés os livros são de arte, fotografia, história e quadrinhos. No Linnus Institute, que se trata de uma clínica ortomolecular, foram enviados pockets relacionados à saúde e bem estar”, fala Cinthia.

Por ser gratuito e ficar exposto em diferentes locais, existe o risco do cliente levar o livro e não apenas fazer a consulta no local. Porém, se isso acontecer, basta que o dono do estabelecimento entre em contato com o marketing da Livrarias Curitiba para providenciar a reposição.

“Queremos ver mais leitores e por isso escolhemos esses locais diversificados. Essa idéia serve para criar o hábito da leitura de forma prazerosa, pois se a pessoa está num ambiente agradável e encontra uma sugestão de leitura também agradável, a chance dela se interessar pelo conteúdo aumenta consideravelmente”, finaliza a gerente de marketing.

Fonte: Jornal do Estado

Nenhum comentário: