Publicações recentes

Publicações recentes:

10 abril 2007

Racco cresce quase 1000% com publicidade

Faturamento da empresa de cosméticos é estimado em R$ 350 milhões

A Racco, empresa paranaense de venda direta de produtos de beleza, deve investir este ano de R$ 12 milhões a R$ 20 milhões em divulgação nos meios de comunicação. Dinheiro bem gasto, segundo os resultados dos últimos seis anos. Desde que resolveu aparecer para ganhar mercado, em 2001, a empresa já acumula um aumento de 922% no faturamento, que hoje é estimado pelo mercado em R$ 350 milhões. Só em 2006, o desempenho foi 54% superior ao ano anterior. A meta é repetir o resultado este ano.

“A empresa já tinha uma boa clientela estabelecida, mas resolveu se tornar mais conhecida. A estratégia deu certo, demos ênfase na publicidade e com isso aumentamos o número de consultoras e, conseqüentemente, as vendas”, diz o gerente de marketing da fábrica, Anderson Portes. Os gastos com mídia vão de 3% a 7% do faturamento, conforme o ano.

Na TV, a estratégia começou na novela “Como Uma Onda”, da Rede Globo, onde uma personagem que queria ajudar no orçamento familiar passa a trabalhar como consultora Racco. Hoje, o merchandising está presente em programas líderes de audiência, como o “Domingão do Faustão” e “Mais Você”, de Ana Maria Braga. “Procuramos focar nossa publicidade de revistas em informes publicitários, para que o leitor conheça melhor o produto. Também investimos bastante em patrocínios de programas para o público feminino”, afirma Portes. Desde 2002, quando tiveram início os investimentos, já são mais de 350 páginas de anúncios em revistas femininas.

A presença na grande mídia ajudou a angariar quase duas centena de milhares de consultoras da Racco em todo país. Em 2001, eram 30 mil vendedoras, hoje são 212 mil, não só no Brasil, mas também em Portugal, Angola, Estados Unidos, Bolívia e Paraguai. Se a publicidade ajudou, diz Portes, o que foi decisivo para manter o crescimento após a divulgação foi o sistema de marketing interno. “Sempre investimos na política de relacionamento com a rede. Desde a abertura da empresa, o forte da Racco era o relacionamento com as consultoras”. A rede promove treinamentos semanais nas suas 23 regionais. Há, segundo o gerente, uma “corrente do bem” para que todos ligados à cadeia de vendas cresçam. “É um sistema baseado no apoio do mais experiente para quem está entrando. Mas não é pirâmide, o distribuidor ganha 10% sobre o que a pessoa que ele convidou vende, não há participação no restante da cadeia”, defende.

O aumento das vendas demandou um espaço maior para produção e logística de distribuição dos produtos. Em agosto, quando a Racco completar 20 anos, vai ser inaugurado o novo prédio administrativo da empresa, na Cidade Industrial de Curitiba. Dos atuais 6,5 mil metros quadrados, a fábrica vai passar a ter 18 mil metros quadrados de construção. “Assim que a área administrativa mudar de local, iniciamos a reforma das antigas instalações, que vão ser transformadas em centro de logística”, diz Portes.

A Racco produz hoje perfumes, cremes, tinturas de cabelo, shampoos, maquiagem, protetores solares e também uma linha de alimentos à base de fibras, com shakes e sopas. O carro-chefe da marca são os tratamentos anti-envelhecimento. “Temos planos de tornar a linha de alimentos tão grande quanto a de cosméticos”, antecipa o gerente de marketing. A clientela da marca, segundo ele, é de classe média alta. Um batom, produto mais barato da Racco, custa R$ 16,90.

A empresa nasceu da iniciativa do casal Luiz Felipe e Gisela Rauen, com quatro sócios que depois acabaram vendendo sua participação. Gisela era consultora de uma linha de cosméticos antes de se tornar empresária. Atualmente, os dois pouco ficam em Curitiba. “O casal continua no comando, mas sempre visitando os outros países onde estamos presentes e todo o Brasil, para motivar nossos consultores”, diz Portes. Segundo o gerente de marketing, o casal virou uma espécie de mito organizacional. “Todas as consultoras que têm o apoio e envolvimento do marido conseguem resultados melhores”, compara.

Fonte: Gazeta do Povo

2 comentários:

Anônimo disse...

SOU MTO MAIS NATURA Q TEM FATURADO 1BILHAO NA FRENTE DA RATTO. EMPREZA PEQUENA DAR MTA DOR DE CABEÇA

Anônimo disse...

Pois eu acho que a Racco está onde deveria estar. Seus produtos sao de excelêcia, os beneficios condizem com que esta no rotulo. E te garanto sem desfazer das outras marcas, mas se conhecer melhor a Racco ira se surpreender pois seus produtos sao de qualidade assim como a Natura, prova disso é que a linha intima. Vale a pena.Racco é tudo de bom.