Publicações recentes

Publicações recentes:

05 junho 2011

Economia: sinal amarelo à frente

Embora a economia tenha crescido 1,3% no primeiro trimestre, há sinais de desaceleração

O consumo das famílias, que responde por 60% do PIB, dá sinais de desaceleração. Os motivos para isso são a inflação mais alta e a contenção do crédito. A indústria também recua, em função das mesmas condições (crédito e inflação). Segundo a MB Associados, o PIB deve crescer 3,9% este ano.

Variação do PIB no trimestre, em relação ao trimestre anterior, em %

Veja os sinais de desaceleração da economia:
Na indústria: A indústria, que representa quase 30% do PIB, teve uma queda de 2,1% em sua produção em abril.
Entre empresários: Confiança dos empresários, medida pela FGV, recuou 1,2% em maio, o que pode afetar investimentos.
Entre consumidores: Os consumidores estão menos confiantes, o que significa que eles poderão segurar os gastos. O índice caiu 2,1% em maio, segundo a FGV.
Na indústria de embalagens: As vendas de papel ondulado caíram 5,91% em abril, sinalizando que a indústria que compra o papel - usado em embalagens - produz menos.
Na produção de automóveis: A produção de automóveis tem desacelerado. Em dezembro ela crescia 28,5%, contra o mesmo mês de 2010. Em abril, apenas 1,9%. É um setor importante porque demanda vidro, borracha, aço e outros componentes.

As empresas devem considerar este novo cenário em seus planejamentos.

Fonte: Folha de S. Paulo - 04/06/2011

Nenhum comentário: