Publicações recentes

Publicações recentes:

11 outubro 2008

Gol tira a marca Varig dos vôos brasileiros

Empresa também adotará, a partir do próximo dia 16, o programa de milhagem Smiles; aeronaves com a marca Varig serão usadas apenas para vôos na América Latina

A Gol Linhas Aéreas começa a colocar em prática o processo de reestruturação de sua operação desde que adquiriu a marca Varig, em julho de 2007, pelo valor de 1,2 bilhão. As informações sobre as estratégias da companhia foram noticiadas hoje, nos principais jornais do País.

Após a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ter autorizado a fusão das duas empresas, a Gol anunciou sua opção por não utilizar a marca Varig em nenhum de seus vôos domésticos. O processo de substituição das cores, logos e remodelagem da pintura das aeronaves será feito aos poucos, aproveitando os períodos em que os aviões são mandados para manutenção e revisão. Atualmente, 35 aeronaves - do total dos 104 boeings da Gol - ainda exibem os tons da bandeira Varig.

Pela unificação dos serviços das companhias, a Gol também incorpora os sistemas promocionais da Varig. A partir do próximo dia 16, os passageiros da Gol poderão acumular as milhas do programa Smiles, da Varig, que já conta um total de 5,9 milhões de participantes. O nome Smiles, que será mantido pela Gol, será um dos poucos símbolos de presença da Varig mantidos no novo sistema operacional da companhia.

Apesar da retirada da marca dos vôos internos, a Varig continuará presente nas aeronaves que fazem as rotas de quatro capitais da América Latina: Bogotá, Santiago, Caracas e Buenos Aires. A Gol também irá adequar sua malha aérea a fim de evitar sobreposições entre vôos das duas companhias. O processo de readequação ainda engloba a padronização dos uniformes dos funcionários e dos cardápios de bordo.

Fonte: Meio & Mensagem - 10/10/08

Um comentário:

Henrique disse...

Acho que a Gol está perdida ! comprou a Varig, uma empresa falida, com a marca falida, mudou a marca, tentou dar um ar de renovação mas o consumidor não comprou e a nova Varig se afundou. A Gol então tenta matar de vez a Varig, já tirou seu site do ar e a colocou como operadora dos voos internacionais...