Publicações recentes

Publicações recentes:

29 julho 2008

Campanhas com celebridades saturam mercado

Uma pesquisa da Datamonitor conclui que os anunciantes precisam adotar novas estratégias para evitar publicidade e embalagens de produtos com celebridades, pois essa tática alcançou uma zona de saturação. A celebração da fama atingiu um ponto dramático, com programas de reality show, capas de revistas e notícias de celebridades 24 horas por dia na internet.

Um dos problemas é que as celebridades estão na linha de divulgação de produtos muito diferentes, o que tira a credibilidade tanto delas quanto do próprio produto. Um exemplo é o jogador inglês David Beckham, que está em campanhas de Gillette, Pepsi, Empório Armani e até das canetas Sharpie.

A pesquisa aponta que os escândalos envolvendo celebridades ou a queda de status delas podem causar danos às marcas; além disso, a força da 'marca' da celebridade pode se sobrepor à marca anunciada. A Datamonitor cita a relação de Britney Spears e Pepsi para exemplificar.

E isso, sem contar que existe uma nova geração de celebridades que são os próprios produtos, segundo a empresa de pesquisa, e os maiores exemplos disso são o iPod e o iPhone da Apple, que se tornaram identidades globais com personalidade própria.

A conclusão do estudo é que para as campanhas com celebridades continuarem efetivas, os anunciantes precisam se assegurar que a participação dela está baseada numa história ou mensagem de marca muito forte. A personalidade da celebridade precisa estar em sincronia com a personalidade da marca.

Com informações do Brand Republic.

Fonte: Meio & Mensagem - 28/07/08

Nenhum comentário: