Publicações recentes

Publicações recentes:

23 junho 2008

Celebridades aparecem em 14% da propaganda americana

Celebridades apareceram em 14% das peças publicitárias no ano passado nos EUA, segundo um levantamento da empresa de pesquisa Millward Brown, citado pelo New York Times.

O auge da participação de famosos na propaganda americana foi registrado em 2004, quando o índice chegou a 19%. As celebridades mais poderosas para a publicidade americana são Tom Hanks, Will Smith, Michael Jordan, Morgan Freeman e George Clooney. São os 5 primeiros do ranking Davie Brown Index, que mede, entre outros fatores, influência e capacidade de lançar tendências.

Na Índia as celebridades apareceram em 24% dos anúncios e chegaram a 45% em Taiwan. O aumento do uso desta estratégia se deve a um fato simples: celebridade vende. Se o consumidor acredita que um artista ou atleta realmente usa determinado produto, suas vendas aumentarão. O estrategista de marca Eli Portnoy explica que "as pessoas querem uma parte de algo que eles não podem ser".

A forma de remuneração dos artistas também tem mudado. Muitos exigem participação nos resultados ou mesmo sociedade na empresa.

Associar uma marca a uma celebridade tem seus riscos. Sharon Stone, que é garota propaganda da Christian Dior, declarou recentemente que o terremoto que a China sofreu, deixando dezenas de milhares de mortos, foi uma retribuição "cármica" à política do país contra o Tibete. Imediatamente a Dior cancelou a veiculação de alguns anúncios na China previstos com a atriz.

Marshal Cohen, do NPD Group, explica que os consumidores vêem em média 3.156 imagens publicitárias por dia. Nosso subconsciente grava cerca de 150 e apenas 30 alcançam nosso comportamento consciente. Se uma celebridade é parte da mensagem, aumenta-se o potencial desta mensagem chegar ao nível consciente do consumidor.

Fontes: Blue Bus e New York Times - 23/06/08

2 comentários:

Arnaldo Rabelo disse...

O Blue Bus publicou em seguida que, segundo um relatório da Controle da Concorrência, as celebridades aparecem em média em 16,1% dos comerciais da TV no Brasil (dados de 16 a 22 de junho).

Arnaldo Rabelo disse...

A revista Exame de 18 de junho publicou um ranking com o cachê de algumas celebridades (nacionais e internacionais) que têm feito comerciais no Brasil. Curiosamente, vários artistas estrangeiros têm cachês menores que alguns brasileiros.

Veja o ranking (valores em dólares):
Gisele Bündchen - 1.300.000
Ivete Sangalo - 1.250.000
Kiefer Sutherland - 1.000.000
Selton Mello - 625.000
Sarah Jessica Parker - 600.000
Rodrigo Santoro - 400.000
Pierce Brosnan - 400.000
Wagner Moura - 375.000
Richard Gere - 300.000
Lázaro Ramos - 250.000