Publicações recentes

Publicações recentes:

10 julho 2006

Uso de imagens de personalidades

O uso de imagens de personalidades para fortalecer uma marca pode ser uma estratégia arriscada. Qualquer deslize da personalidade em questão, compromete-se a imagem da marca. O risco de associação é maior para marcas que utilizam este recurso a longo prazo. Em utilizações em prazos menores, como em promoções, o risco é menor (embora exista).

Nesta Copa do Mundo, tivemos mais um exemplo de como o comportamento de uma personalidade pode ser arriscado para quem se associa com a sua imagem. O jogador Zidane estava sendo o maior detaque desta Copa por conta de sua ótima atuação. Estava se despedindo da carreira com chave de ouro, a ponto de poder contar com a sua própria imagem para lhe gerar renda adicional por muitos anos (a exemplo do Pelé). No entanto, faltando alguns minutos para encerrar, teve uma atitude extremamente violenta, anti-esportiva e injustificável contra um jogador italiano. Ele agora está associado com o que há de pior na Copa. Prejudicou não só as marcas já associadas a ele, mas a sua própria marca, o nome Zidane. Qualquer empresa vai pensar duas vezes antes de associar sua marca a ele. Foi não só um péssimo exemplo para o esporte, mas também de gestão de imagem.

Nenhum comentário: