Publicações recentes

Publicações recentes:

05 dezembro 2009

Pão de Açucar compra Casas Bahia

Embora o noticiário tenha divulgado a compra das Casas Bahia pelo grupo Pão de Açúcar, o negócio parece mais uma fusão do Extra Eletro e do Ponto Frio (do Pão de Açúcar) com as Casas Bahia, mantendo o nome deste último (o que precisa ser confirmado).

O objetivo não é concorrer no mercado de supermercados, mas no mercado de eletroeletrônicos e móveis. O novo negócio será 6 vezes maior que o Magazine Luiza.

Além disso, aumenta a participação do grupo Pão de Açúcar no mercado de baixa renda, o qual tem apresentado forte crescimento de consumo no Brasil.

O mercado já apresentava movimentações que poderiam prejudicar o Grupo Pão de Açúcar. A rede Insinuante, que é muito forte no Nordeste, já havia mostrado interesse na compra do Ponto Frio, depois que este já pertencia ao Pão de Açúcar. Esta mesma rede também avaliava uma associação com as Casas Bahia. Enquanto os maiores varejistas brigam no Sudeste, a região Nordeste tem despontado como a que mais cresce em consumo. A classe C é a grande responsável por isso. O Grupo Pão de Açúcar é mais forte entre as classes A e B. O negócio com as Casas Bahia foi uma saída para a consolidação no varejo.

Todo mercado, quando amadurece, tende a se concentrar e se aproximar de um oligopólio, fazendo com que as 4 maiores empresas do setor representem mais de 40% do mercado. No Brasil, isso já acontece nos setores de carne, cerveja, cosméticos, bancos e outros.

Para as empresas menores (e para os fornecedores do setor), o desafio será grande. Uma das saídas é a especialização em nichos específicos.

Fontes: O Estado de S. Paulo - 05/12/09 / Valor - 07/12/09

Nenhum comentário: