Publicações recentes

Publicações recentes:

05 maio 2009

Kopenhagen cria nova marca para classe C

Referência nacional em chocolates finos e artesanais, a rede de franquias Kopenhagen agora aposta em uma nova marca voltada para a classe C, a Brasil Cacau. Com nove lojas em São Paulo, a Brasil Cacau espera faturar R$ 15 milhões em 2009 e fechar o ano com 50 lojas pelo sistema de franquias. Conversamos com Renata Moraes Vichi, vice-presidente do grupo CRM, que controla a Kopenhagen.

O que fez a Kopenhagen, marca tradicional voltada para consumidores de alta renda, apostar em uma segunda marca voltada para a classe C?
Com a Kopenhagen nós criamos um novo hábito de consumo que é o de chocolate como presente e isso já se consolidou. Antes de criarmos a Brasil Cacau compramos, há um ano, a Dan Top, empresa que tem como carro-chefe um marshmallow coberto com chocolate, e conseguimos entrar nos supermercados. A Brasil Cacau nasceu para atingir o mercado de lojas especializadas voltadas para a classe C, o mercado que mais cresce no país.


Veja a matéria completa aqui.


Fonte: PEGN - abril 2009.


---


Fica claro que a intenção é concorrer com a Cacau Show, que adaptou a estratégia original da Kopenhagen (chocolates como presentes) para a baixa renda. A criação de uma segunda marca foi necessária, já que os públicos (da Kopenhagen e da Brasil Cacau) são conflitantes.

Nenhum comentário: